Faculdades Spei | Avaliação Interna

Avaliação Interna

A Comissão Própria de Avaliação (CPA) é um órgão de cada instituição de educação superior, tendo como atribuição a coordenação dos processos internos de avaliação da instituição, de sistematização e de prestação das informações solicitadas pelo INEP.

A CPA atua com autonomia em relação a conselhos e demais órgãos colegiados existentes na instituição de educação superior. Sendo que suas atividades de avaliação serão realizadas devendo contemplar a análise global e integrada do conjunto de dimensões, estruturas, relações, compromisso social, atividades, finalidades e responsabilidades sociais da instituição de educação superior.

A sua forma de composição, a duração do mandato de seus membros, a dinâmica de funcionamento e a especificação de atribuições da CPA são objeto de regulamentação própria e aprovada pela Direção Geral da Instituição, observando-se as seguintes diretrizes:

I.Participação de todos os segmentos da comunidade acadêmica (docente, discente e técnico-administrativo) e de representantes da sociedade civil organizada, ficando vedada à existência de maioria absoluta por parte de qualquer um dos segmentos representados;

II.Ampla divulgação de sua composição e de todas as suas atividades.

O Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior, instituído pela Lei 10.861 de 14 de abril de 2004, tem como finalidade promover a melhoria da qualidade da educação superior, a orientação da expansão da sua oferta, o aumento permanente da sua eficácia institucional, da sua efetividade acadêmica e social, especialmente, do aprofundamento dos seus compromissos e responsabilidades sociais.

O SINAES é um sistema de avaliação global e integrada das atividades acadêmicas, composto por três processos diferenciados, a saber:

  1. Avaliação das instituições;
  2. Avaliação dos cursos de graduação;
  3. Avaliação do desempenho dos estudantes (ENADE).

 
A realização do projeto de Auto-avaliação das Faculdades SPEI inclui um roteiro constituído das 10 dimensões constantes no art. 3º da Lei nº 10.861:

  1. Missão e planos de desenvolvimento institucional;
  2. Política para ensino, pesquisa, extensão e pós-graduação (stricto e latu sensu);
  3. Responsabilidade social da instituição;
  4. Comunicação com a sociedade;
  5. Políticas de pessoal (docentes e técnico-administrativos) e carreiras;
  6. Organização e gestão;
  7. Infraestrutura física (de ensino, de pesquisa, biblioteca, etc);
  8. Planejamento e avaliação (auto-avaliação);
  9. Políticas de atendimento aos estudantes, incluindo egressos;
  10. Sustentabilidade financeira.

 
O processo de avaliação institucional é uma ação flexível em permanente construção, com o propósito de:

Composição da Comissão Própria de Avaliação – CPA.

Relatório para a Comunidade ANO 2015
Relatório para a Comunidade ANO 2014
Relatório para a Comunidade ANO 2013
Relatório para a Comunidade ANO 2012
Relatório para a Comunidade ANO 2011